Facebook Twitter Linked In Mais opções
imagem de destaque

A Bela e o Monstro

“A Bela e o Monstro” é um musical de Fernando Gomes a partir do conto da romancista francesa Gabrielle-Suzanne Barbot, publicado em 1740, com inúmeras versões posteriores.

É o mais encantado dos contos infantis, desta vez numa produção do Teatro Esfera (de Queluz).

À primeira vista, esta criação de Fernando Gomes é mais um musical, divertido, animado, colorido, com reviravoltas e surpresas visuais, muito suspense, grandes sentimentos e, claro, um final feliz. Mas a beleza desta história está na mensagem implícita “o que é visível aos olhos pode ser enganador!”.

Atrás de uma imagem, de um rosto, de um corpo, do outro, existe um “eu” que é preciso descobrir e construir. E essa descoberta e construção só é possível numa relação de empatia, apoio, segurança e amor.

Espetáculo integrado no “Bambolinices”, um festival internacional de teatro e artes performativas, que se realiza entre 2 e 11 de fevereiro, em Setúbal.

A programação desta bienal é, nesta quarta edição, composta por 16 espetáculos para vários públicos, que se realizarão no Fórum Municipal Luísa Todi e no Centro Artístico Fernando Guerreiro.

Os espetáculos cénicos serão apresentados por companhias de teatro, profissionais e não profissionais, oriundas de vários pontos do país. Haverá ainda oficinas de teatro para pais e filhos e de expressão e movimento, uma tertúlia poética e musical e uma exposição biográfica sobre o ator, dramaturgo e cenógrafo Asdrúbal Teles.

O Bambolinices é organizado pela Cooperativa GATEM – Espelho Mágico, com apoio e parceria da Câmara Municipal de Setúbal.

Actualizado a 18/01/2024
To top