Facebook Twitter Linked In Mais opções

comunidades em ação

1º Seminário Comunidades em Ação – Educação e Desenvolvimento Social, 21 de novembro

Seminário mostrou trabalho dos municípios para as comunidades desfavorecidas no âmbito do PRR

Os trabalhos que os municípios da área metropolitana de Lisboa têm vindo a realizar nas áreas da educação e do desenvolvimento social, no âmbito do plano metropolitano de apoio às comunidades desfavorecidas, estiveram em destaque no primeiro seminário “Comunidades em Ação”, que se realizou no dia 21 de novembro, no Celeiro da Patriarcal, em Vila Franca de Xira.

No seminário, inserido nas respostas sociais do Plano de Recuperação e Resiliência em Operações Integradas em Comunidades Desfavorecidas na Área Metropolitana de Lisboa, os municípios de Vila Franca de Xira, Alcochete e Sesimbra mostraram alguns projetos que estão a ser desenvolvidos no domínio da educação.

Os municípios de Mafra, Amadora e Moita, por sua vez, apresentaram projetos territoriais de desenvolvimento social.

O seminário, que decorreu entre as 9h30 e as 17h00, teve também duas mesas-redondas (programa completo aqui).  

A primeira, sobre educação, contou com a participação de Pedro Cunha, diretor-geral da Educação, Celeste Paulino, diretora do Departamento de Educação e Bibliotecas da Câmara Municipal de Setúbal, e Gonçalo Xufre da Silva, ex-consultor externo da OCDE na implementação do projeto “PISA para as Escolas nos Municípios”. A moderação esteve a cargo da jornalista Margarida Davim.

A segunda, sobre desenvolvimento social, teve a participação de Luís Capucha, diretor do Departamento de Ciência Política e Políticas Públicas do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa, Carla Semedo, vereadora da Câmara Municipal de Cascais, e Maria Inês Amaro, diretora de desenvolvimento social do Instituto da Segurança Social. A moderação foi feita pela jornalista Maria João Ruela.

Foi o primeiro de três seminários anuais, que decorrerão até ao último trimestre de 2025, e que abrangerão o trabalho desenvolvido na totalidade dos 18 municípios da área metropolitana de Lisboa.

As operações integradas locais que os municípios poderão desenvolver, em coerência com o que está estabelecido no PRR, abrangem um leque de sete eixos temáticos.

Os restantes cinco eixos – ambiente e valorização do espaço público, cultura e criatividade, cidadania e empoderamento das comunidades, emprego e economia local e saúde – serão abordados nos outros dois seminários, a realizar em 2024 e 2025.

Actualizado a 30/11/2023
To top