Facebook Twitter Linked In Mais opções
imagem de destaque

AML promove sessões nacionais de capacitação de projeto de monitorização e…

A sede da Área Metropolitana do Porto vai receber a primeira sessão nacional de capacitação do projeto CLIMA.AML- Rede de Monitorização e de Alerta Meteorológico Metropolitano, que se realizará no dia 22 de maio (segunda-feira), às 14h30.

Para além da apresentação do projeto CLIMA.AML – Rede de Monitorização e de Alerta Meteorológico Metropolitano, a sessão contará ainda com intervenções relativas à monitorização de riscos climáticos na área metropolitana do Porto, ao fenómeno de “Ilha de Calor Urbano” e aos indicadores climáticos locais de vulnerabilidade e sistemas de alerta.

A abertura ficará a cargo de Ariana Pinho, primeira-secretária da Área Metropolitana do Porto e de Filipe Ferreira, secretário da Área Metropolitana de Lisboa (programa completo aqui).

A realização da sessão na cidade do Porto surge na sequência do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Área Metropolitana de Lisboa no âmbito da ação climática ao longo dos últimos anos, e tem em vista, sobretudo, a partilha dos resultados e a replicabilidade das suas boas práticas a nível nacional, junto de técnicos municipais e stakeholders regionais relevantes nas temáticas do ambiente, alterações climáticas e ordenamento do território.

A Área Metropolitana de Lisboa irá ainda promover dois outros workshops nacionais de divulgação do projeto, nas cidades de Aveiro (24 de maio) e Beja (16 de junho).

O projeto CLIMA.AML tem como objetivo a criação de uma solução integrada para a monitorização meteorológica em contexto urbano. 

Está a ser concretizado através de uma rede metropolitana de 18 estações meteorológicas, uma em cada um dos municípios da AML, 16 micro-sensores de medição urbana e uma plataforma online (https://clima.aml.pt),  que compila todos os dados e informações essenciais de suporte à monitorização e avaliação dos dados meteorológicos, em tempo real.

Esta rede permitirá conhecer os padrões associados às alterações climáticas e os impactes nas comunidades locais, funcionando em complementaridade com a rede do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O projeto, que dá sequência ao Plano Metropolitano de Adaptação às Alterações Climáticas da Área Metropolitana de Lisboa (PMAAC-AML), envolve todos os municípios da área metropolitana de Lisboa, e permitirá acumular um vasto conhecimento relativo à recolha e disponibilização de dados meteorológicos à escala local, à identificação de metodologias para atenuar os efeitos de ilha de calor urbano e à evolução dos impactos e eventos resultantes das alterações climáticas, os quais, progressivamente, se têm vindo a registar com maior intensidade nas nossas regiões metropolitanas. 

A Área Metropolitana de Lisboa está a implementar o projeto CLIMA.AML- Rede de Monitorização e Alerta Meteorológico Metropolitano, no âmbito do programa Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono, operado pela Secretaria Geral do Ambiente e da Ação Climática e financiado pelos EEA Grants 2014-2021.

Actualizado a 11/07/2023
To top