Facebook Twitter Linked In Mais opções
imagem de destaque

Gestores dos mercados da AML alinham estratégias de valorização dos produtos locais

Gestores de 19 mercados da Área Metropolitana de Lisboa estiveram reunidos no Instituto Superior de Agronomia, no dia 9 de janeiro, para partilharem experiências e identificarem constrangimentos e estratégias de valorização da produção local.

Esta iniciativa, organizada no âmbito do projeto AML Alimenta, surge na sequência do trabalho de mapeamento e caraterização dos agricultores que vendem a sua produção em 28 mercados da área metropolitana de Lisboa.

A reunião serviu também para realçar a importância de se disponibilizar mais informação aos consumidores, que lhes permita saber que nos mercados têm acesso, sem intermediários, a produtos locais, frescos e da época, essenciais para uma alimentação mais saudável e sustentável.

Projeto AML Alimenta

O Projeto AML Alimenta tem como grandes objetivos contribuir para a aplicação, acompanhamento e avaliação de políticas de desenvolvimento na área da alimentação equilibrada e saudável na área metropolitana de Lisboa.

Trabalha três áreas temáticas: alimentação sustentável, promoção da dieta mediterrânica e diminuição do desperdício alimentar.

É promovido em parceria pela A2S (Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia), ADREPES (Associação de Desenvolvimento Regional da Península de Setúbal),  AML (Área Metropolitana de Lisboa) e DRAPLVT (Direção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo).

Recorde-se que a AML já trabalha as questões da sustentabilidade e transição alimentar desde 2019, ano em que elaborou, em conjunto com a CCDRLVT a Estratégia Regional Lisboa 2030, e identificou como dimensão prioritária a Sustentabilidade Ambiental e Alimentar.

Actualizado a 17/01/2024
To top