Facebook Twitter Linked In Mais opções
imagem de destaque

Reuniões consolidam transição alimentar na área metropolitana de Lisboa

A produção, a transformação e distribuição agroalimentar, o consumo e a valorização dos resíduos orgânicos alimentares serão os quatro temas abordados em reuniões técnicas, no âmbito do desenvolvimento dos trabalhos da Estratégia para a Transição Alimentar, que vão decorrer no início de setembro no território da área metropolitana de Lisboa.

As reuniões, temáticas, irão decorrer no auditório da Valorsul, em São João da Talha (dia 5 de setembro, sobre valorização dos resíduos orgânicos alimentares), posto de turismo da Costa da Caparica (dia 6, sobre consumo), auditório do Mercado Abastecedor da Região de Lisboa, em São Julião do Tojal (dia 7, sobre transformação e distribuição agroalimentar) e auditório da Biblioteca Municipal de Palmela (dia 8, sobre produção).

O conjunto das quatro reuniões é organizado pela Área Metropolitana de Lisboa e Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, com a colaboração do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

As reuniões contarão com a participação de entidades que desempenham um papel de destaque na dinamização e organização de cada um dos setores.

A partir dos resultados de caracterização recentemente obtidos, pretende-se estabelecer um referencial estratégico com aplicação prática e um modelo de governança que viabilize a implementação da estratégia.

Para informações suplementares, contacte  amlcorreio@aml.pt

Estratégia para a Transição Alimentar na Área Metropolitana de Lisboa

A Estratégia para a Transição Alimentar na Área Metropolitana de Lisboa será o ponto de partida para a definição de uma política alimentar metropolitana, integrando políticas que, no seu conjunto, ajudem a estabelecer um sistema alimentar sustentável e resiliente, capaz de gerar modelos de negócio e contribuir para a saúde e bem-estar físico, ambiental e social da população da região.

Actualizado a 1/09/2023
To top