Facebook Twitter Linked In Mais opções
imagem de destaque

Capacidade de vacinação contra a Covid-19 vai aumentar na área metropolitana de Lisboa

Melhorar os mecanismos de auto-agendamento e tornar efetiva a capacidade dos centros de vacinação já instalados na área metropolitana de Lisboa, aumentando os horários de funcionamento e afetando mais recursos humanos, foram as principais preocupações identificadas para a região de Lisboa, pela equipa da task force da vacinação contra a Covid-19, na sequência de uma reunião que decorreu, por videoconferência, na tarde de dia 26 de novembro.

Na  reunião, que juntou o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Sales, o Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, o coordenador da task-force da vacinação contra a Covid-19, Coronel Penha Gonçalves, a diretora-geral da saúde, Graça Freitas, elementos da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, autarcas dos municípios da área metropolitana de Lisboa, e, por parte da Área Metropolitana de Lisboa, a presidente, Carla Tavares, e o primeiro-secretário, Carlos Humberto de Carvalho, foi ainda indicado, como prioritário, identificar, em cada concelho, qual a capacidade de vacinação instalada e quais as necessidades efetivas de a reforçar.  

A par da concretização efetiva da capacidade de vacinação já instalada na área metropolitana de Lisboa, foi, ainda, decidido retomar a realização regular de reuniões entre os municípios e as autoridades nacionais de saúde.

As medidas a implementar visam, no seu todo, aumentar a capacidade de vacinação, que será acelerada até às cerca de 70.000 vacinas por dia em todo o país.

Actualizado a 30/11/2021
To top